Plantas medicinais

Violeta: a cura de muitos males através de suas flores e folhas

Com origem europeia, mas cultivada em diversos países, principalmente no Brasil, a flor Violeta necessita de um solo fértil, água, sombra ou luz filtrada para se manter viva. Esta flor é frequentemente utilizada em produtos de  perfumaria, homeopatia e até mesmo, na culinária.

Suas raízes possuem propriedades purgativas e as flores oferecem ações sudoríferas e béquicas. Desta forma, a violeta é indicada em casos de inflamações na garganta, tosse, coqueluche, e afecções brônquicas.

Também é recomendada para tratamento da prisão de ventre, coqueluche, estímulo ao suor e para cicatrização de ferimentos.

Existem algumas receitas para uso caseiro da violeta que visam a cura de algumas doenças e problemas de saúde. Listamos algumas delas a seguir. Confira:

Para fazer um creme para tratamento da irritação da pele,  será necessário ferver por dez minutos meio litro de água e acrescentar dez colheres de sopa de folhas e quatro colheres de chá de violeta. Coe enquanto ainda estiver quente e misture amido de arroz até que a mistura se torne uma pasta. Adicione uma colher de chá de glicerina e misture. Aplique em pontos irritados da pele.

Chá de violeta

Para preparar um expectorante e hipotensor natural, basta fazer uma infusão de uma colher de café de raízes de violeta em 200 ml de água. Deixe que ferva por cinco minutos. Consuma três copos desta receita por dia.

Se o caso for relativo à irritações ou inflamações na pele, lábios, boca ou gengivas, tais como picadas e insetos ou escoriações, coloque uma colher de flores de violetas em uma xícara com água quente, tampe e deixe repousar por 15 minutos. Após este período, coe, mergulhe um pedaço no preparado e aplique sobre a área afetada. Ajudará a cicatrizar.

Em caso de resfriados, tosse, bronquite, faringites, asma, laringites, coqueluche, amigdalites, sarampo,inflamações e infecções dos olhos, deposite em um recipiente 15 gramas de flores de violeta e um litro de água quente . Tampe.  Aguarde alguns minutos e beba.

Leia também: Conheça os poderes medicinais da Arnica Montana

 

 

 

 

 

Sobre o autor

Camila Liporoni

Adicione um comentário

Envie um comentário

Video

Flickr